Anúncio
AVANÇO

PPP: Barras celebra parceria para saneamento básico e iluminação

recebe através de convênio firmado com o governo

09/06/2021 09h09Atualizado há 1 semana
Por: Redação
Fonte: Blog do Hélcio
211

Através de convênio firmado com o Governo do Estado, Barras recebeu hoje, 08 de junho de 2021, a visita de técnicos do IPGC de Minas Gerais, que iniciaram o treinamento da equipe que vai conduzir os trabalhos de construção da Parceria Públi8co Privada, do Município de Barras. Nossa PPP é um esforço do Prefeito Capote para enfrentar os desafios na área de saneamento básico, com solução dos problemas de abastecimento d’água, drenagem urbana e a questão do lixo.

E, mais, nas questões de iluminação, produção de energia solar e fibra ótica, com o que vamos modernizar a Gestão Pública, projetando Barras no rol de Cidades Inteligentes, explicou o Secretário Municipal do Meio Ambiente. O Piauí é pioneiro no Brasil a desenvolver um programa de assessoria para parcerias público privadas (PPP) em âmbito municipal, com o objetivo de oferecer infraestrutura e atrair recursos para a otimização dos serviços públicos em cidades como Barras.

A Superintendência de Parcerias e Concessões (SUPARC) e o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC) começaram a etapa de capacitação dos servidores. Os municípios integrantes da primeira etapa do Cidades Inteligentes são: Angical, Barras, Buriti dos Montes, Campinas, Castelo, Floriano, Itainópolis, Jaicós, Miguel Alves e São João do Piauí. Essas cidades receberão assessoria da Suparc e do IPGC para estudos e modelagem de projetos estratégicos de parcerias e concessões nos setores de conectividade, saneamento, energia solar, iluminação pública e resíduos sólidos, de acordo com as demandas de cada município.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias